desktop_noticias_topo

Brasil seguirá líder na exportação de carne bovina, aponta USDA

O Departamento da Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu levemente a expectativa de exportação brasileira de carne bovina em 2024 para 2,93 milhões de toneladas, em relação aos 2,97 milhões estimados em janeiro, o que representa uma alta de 1% ante 2023, segundo recente relatório.

O Brasil continuará a ser o líder global de exportações de carne bovina. 

“A demanda firme dos principais parceiros comerciais, como os Estados Unidos, os Emirados Árabes Unidos e as Filipinas, provavelmente compensará a procura mais fraca da China”, disse o USDA em relatório publicado na semana passada.

A produção brasileira de carne bovina em 2024 deverá aumentar 2% em relação a 2023 para 11,2 milhões de toneladas, impulsionada pela forte demanda de exportações e baixos preços de gado motivando abates.

O consumo total brasileiro (doméstico) de carne bovina é estimado em 8,3 milhões de toneladas, acima dos 8,1 milhões de toneladas em 2023.

O Brasil também continuará como maior exportador de carne de frango em 2024, com exportações de 5 milhões de toneladas, 4% acima do registrado em 2023, em um cenário de forte demanda global.

“As plantas de produtivas brasileiras continuam livres de gripe aviária, o que permite que os embarques fluam sem restrições comerciais”, disse o USDA. “Ao continuar a focar nos mercados halal e aumentar a diversidade de produtos, o Brasil será capaz de obter ganhos em uma ampla gama de mercados.”

Siga o Jornal do Agro Online no Telegram e receba diariamente as principais notícias do Agro:

https://t.me/jornaldoagroonline

Curta nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/jornaldoagroonline/

Instagram: https://www.instagram.com/jornaldoagroonline/

Fonte: Carnetec / USDA

Mostrar comentários