desktop_noticias_topo

Blumenau recebe selo de reconhecimento como centro produtor de linguiça

O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) reconheceu a Indicação Geográfica (IG), na espécie Indicação de Procedência (IP), para a produção de linguiça de carne suína pura e defumada de Blumenau (SC), informou o instituto em seu site. A IG abrange 16 municípios catarinenses do Vale do Itajaí e do Alto Vale do Itajaí.

Segundo a documentação apresentada ao Inpi, o nome geográfico Blumenau passou a identificar o produto cuja origem e características estavam diretamente relacionadas ao processo de colonização alemã na região, fruto da adaptação de um saber trazido pelos imigrantes, tornando-se autêntico, emblemático e típico da localidade.

"A produção desta linguiça fresca e defumada abrange o território original do município de Blumenau em 1894, conforme demonstrado na documentação. Originalmente, visava ao autoconsumo, preservando a carne suína produzida pelos colonos. A linguiça, então, se estabeleceu como um produto típico da região e gradativamente passou a ser comercializada, alcançando, inclusive, outros estados", relatou o instituto.

Tradição regional

Além disso, a linguiça oriunda de Blumenau mantém uma uniformidade em sua produção na área delimitada, com base no saber fazer tradicional dos produtores, mas que se modernizou ao longo dos anos, observando as normas sanitárias vigentes.

Ainda de acordo com a documentação enviada ao Inpi, a linguiça de Blumenau é fruto das "representações étnicas, típicas, tradicionais e culturais, ligadas ao consumo e ou à produção da linguiça Blumenau na região, portanto, marcados geograficamente pelas 'festas étnicas da cultura alemã', onde a gastronomia típica se manifesta com pratos e receitas com a linguiça Blumenau, ou seja, por ativos turístico-culturais como a 'Rota da Linguiça', realizada na região".

Siga o Jornal do Agro Online no Telegram e receba diariamente as principais notícias do Agro:

https://t.me/jornaldoagroonline

Curta nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/jornaldoagroonline/

Instagram: https://www.instagram.com/jornaldoagroonline/

TikTok: tiktok.com/@jornaldoagroonline

Fonte: Carnetec

Mostrar comentários