desktop_noticias_topo

Comissão da Câmara aprova uso de fundo da aviação em desapropriações

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou proposta que permite o uso dos recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac) na cobertura dos custos de desapropriações de áreas destinadas a novas instalações aeroportuárias.

O uso do Fnac será possível desde que a ampliação do aeroporto não seja obrigação do concessionário. A medida é incluída na Lei do Regime Diferenciado de Contratações Públicas, que disciplina os casos de aplicação do fundo.

Originário do Senado, o Projeto de Lei 5442/20 foi relatado pelo deputado Paulo Guedes (PT-MG), que apresentou um substitutivo que incorporou um dos projetos que tramitam em conjunto (PL 3221/23, do deputado Felipe Carreras (PSB-PE)) e uma emenda da Comissão de Viação e Transportes.

A proposta amplia, de R$ 3 bilhões para R$ 8 bilhões, o limite de garantia que pode ser fornecida a empresas aéreas com recursos do Fnac. 

O texto também altera os parâmetros das condições dos empréstimos com recursos do fundo. Elas serão estabelecidas em regulamento, observado o seguinte:

  • carência não superior a 36 meses (hoje é limitada a 30 meses)
  • juros iguais à Taxa de Longo Prazo (TLP) ou à Taxa Referencial (TR) acrescida de 3,3% ao ano para projetos de inovação; e
  • sem exigência de contragarantia.

O projeto será analisado agora na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Depois seguirá para o Plenário da Câmara.

Siga o Jornal do Agro Online no Telegram e receba diariamente as principais notícias do Agro:

https://t.me/jornaldoagroonline

Curta nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/jornaldoagroonline/

Instagram: https://www.instagram.com/jornaldoagroonline/

TikTok: tiktok.com/@jornaldoagroonline

Fonte: Agência Câmara

Mostrar comentários